Postado 28 agosto 2012

Resenha: Caçadores de Sombras

Por Regiane Cristina S.







Título:
 Caçadores de Sombras
Autor: Daniel Blythe
Nº de páginas: 249
Ano Edição: 2012
Editora: Bertrand Brasil







“ E então eu vejo. Apenas um flash escuro, refletido no espelho do meu armário. Uma faixa longa e tremeluzente de trevas, uma sugestão de rosto. O assobio está mais alto. Não está do lado de fora. Está na minha cabeça. Está no meu quarto. A Forma está aqui comigo. 

O livro Caçadores de Sombras me chamou a atenção assim que eu coloquei os olhos na sinopse e na capa - que além de linda é muito atrativa. Apesar de não ter superado minhas expectativas, eu até gostei da história, mas acho que por ser o 1º volume da série, demorou um pouco para engrenar. Espero que a continuação seja melhor.

Recentemente, Miranda May saiu de Londres com a família para morar em Firecroft Bay. A partir daí, suas noites nunca mais foram as mesmas, já que todos os dias elas acabavam sendo invadidas pelo mesmo sonho perturbador: algo desconhecido que ganhava forma na escuridão.

É nessa cidade pacata que Miranda se depara com quatro adolescentes que aparentemente parecem ter as respostas para suas dúvidas em relação ao que anda lhe acontecendo enquanto dorme. A partir disso, ela resolve se juntar a eles para tentar decifrar o fenômeno que até então, é conhecido como: a Forma. Quanto mais esses garotos progridem sobre o assunto, mas o perigo se aproxima. Miranda sabe que já não dá mais para voltar atrás, e que a única maneira de acabar com tudo isso, é encontrar a Forma em meio à escuridão e destruí-la. Será que ela será capaz de fazê-la?

Ao ler a sinopse, e até mesmo observando a capa, eu achava que a protagonista teria entre uns 17 e 18 anos, mas para a minha surpresa, Miranda, tem apenas 12 anos - quase 13. E acho que com isso, o autor acabou criando uma contradição, já que a narração em 1ª pessoa é muito desenvolvida para uma garota da idade dela. Não que a linguagem seja complicada, pelo contrário, é prática, mas certas palavras, expressões e o contexto, não combinam em nada com uma pré-adolescente.

Até quase a metade do livro eu me senti entediada, porque nada de surpreendente acontecia. Quando o autor começava a dar indícios de que algo empolgante ocorreria, voltava à estaca zero. Confesso que isso me desanimou um pouco, mas por se tratar de uma obra curta, eu não desisti. Finalmente ao ultrapassar as 100 primeiras páginas, a história começou a prender a minha atenção.

A escrita de Daniel Blythe é muito boa, não tenho o que me queixar. Ele descreve os cenários muito bem e tem umas ótimas sacadas, que me surpreenderam bastante, mas não foi o suficiente para me fazer deslumbrar por seu livro, pois no fim das contas, eu acabei sentido falta de algo. Ele deveria ter sido mais ousado, ido com mais sede ao pote, mesmo se tratando de um livro introdutório, pois quando eu comecei a me envolver com a história, ela infelizmente chegou ao fim.

Outra coisa que não me agradou muito foi o fato do autor não ter dado mais suspense em relação ao grupo - "Os Esquisitos" – antes que Miranda se unisse a eles.  Foi tudo muito rápido e muito fácil. Daniel poderia ter trabalhado mais nessa questão. Com certeza, isso deixaria o começo do livro bem intrigante.

Eu não sei se foi proposital ou não - apesar da história ser diferente - toda vez que os quatros colegas de Miranda se referiam as demais pessoas como "mundanos", eu me lembrava na hora, da série Instrumentos Mortais da autora Cassandra Clare. E claro, sem contar o título.

Os personagens possuem características bem distintas. Miranda tem uma personalidade forte. Ela está sempre disposta a questionar e bater o pé quando quer impor a sua opinião. Passa longe de ser uma protagonista mosca morta, por esse motivo, eu me afeiçoei a ela. Jade - sua melhor amiga – é um tanto rebelde e misteriosa, o que a torna uma das personagens mais interessantes.  Josh é um doce e está sempre disposto a ouvir e ajudar Miranda. Sua história é triste e despertou meu interesse em conhecê-la melhor na continuação da série.

Lyssa, apesar da pouca idade é muito inteligente, podendo ser considerada uma garota prodígio. Ela quase não fala, mas seu papel é essencial na história, além disso, é muito doce, o que me fez gostar dela, logo de cara. Cal é desconfiada e adora bancar a mandona, e isso me incomodou um pouco, mas reconheço que ela tem seu mérito. Já Ollie passa a impressão de ser arrogante e de que não se impressiona fácil. No começo não gostei dele, mas conforme fui conhecendo-o, me conquistou. No geral, eu gostei de quase todos os personagens.

Caçadores de Sombras é um livro que possui uma aventura bem leve, com toque de sobrenatural que é capaz de agradar aqueles que adoram uma boa e rápida leitura para passar o tempo em uma tarde de fim de semana.

Nota final:

19 comentários:

  1. Noooossa!!
    Que resenhão, rs
    Achei o máximo você fazer uma resenha tão grande de um livro que tem poucas páginas. Isso é muito bacana porque quer dizer que tem muito conteúdo na história, sem enrolação!!!
    Adorei!!
    A história parece ser bem envolvente.

    Bjkas

    Alessandra Tapias

    ResponderExcluir
  2. Poxa mas só três estrelinhas? =( Essa coisa de os livros terem sempre continuações acaba fazendo os livros ficarem "sem sal".
    www.IMAGINAYRE.com.br

    ResponderExcluir
  3. O sobrenatural é meu tema predileto, mas não sei se quero embarcar em uma série três estrelas!
    O preço está bem tentador no Extra :)

    @NandaMoon1

    ResponderExcluir
  4. nossa que capa é essa? me deu vontade de pegar esse livro só pela capa, sinceramente!

    bjooooks

    Lanny
    leituraeoutrostantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. parabéns pela resenha. ficou excelente.
    porém, não gostei dessa capa. achei ela bem estranha.
    e como vc disse q a história demora um pouquinho para engrenar, acho q esse livro não entra na minha lista de prioridades não.


    ana carmen

    @_anacarmen

    ResponderExcluir
  6. Esse tipo de livro, realmente me atrai. O sobrenatural abortado no livro.Mas lendo a resenha fiquei meio receosa de ler o livro, vale a pena ??

    ResponderExcluir
  7. Achei esse livro por acaso numa livraria no último sábado mas nem dei atenção a ele. Gostei da resenha pois mostra os pontos positivos e negativos do livro. E mesmo com os pontos negativos, eu fiquei com muita vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  8. Quando li o título do livro, me lembrei logo também de Instrumentos Mortais.
    Linda a capa. O olhar me lembrou a capa do livro A Passagem do Anjo.
    Me assustei quando tu dissestes que a Miranda tem 12 anos. Nunca ia imaginar!

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley
    http://obsessionvalley.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ta na moda essa coisa de Caçadores de Sombras neh? kkk Já vi que vai virar mania

    Então, eu tbm imaginei que a protagonista fosse ter uns 16, 17 anos oO Não gostei muito do fato de ela ser tão novinha..
    Mas não gostei dessa capa não kkk parece capa de filme dos anos 80 kkk

    Bjos Rê

    @alessandramessa

    ResponderExcluir
  10. Regiane eu já tinha lido sobre este li mais tinha minhas reservas em comprar ele pelo fato de minha lista de leitura estar enorme e tb de minha lista de comprar infinitamente maior que a de leitura, mais amei sua resenha e vou sim comprar e ler Caçadores de Sombras. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  11. Esse é o ruim de todo livro de série: a introdução entediante. Dependendo de como for, não é o bastante para seguir com a leitura e acaba ficando por aí :/

    Rê, não me interessei pelo livro, infelizmente. Acho que a capa até pode ser bonita e a sinopse interessante, mas sei lá, não conquistou. Deve ser pelo fato de ser uma série de sabe-se lá quantos volumes. Hahaha não aguento mais! Estou falida, gente!

    Aliás, acho que o fato da escrita dele ser boa é pelo fato de ser autor de diversos livros. No Goodreads mosta 17, mas tenho certeza que são mais hahaha

    E pra terminar, colocar como mundanos é chato. É tipo o equivalente a trouxas.

    ResponderExcluir
  12. Eu ando passando longe de séries e trilogias, em uma boa parte delas eu tenhoa impressão de que o autor faz a trama render mais do que deveria e dá uma enrolada básica para esticar a história, acho isso bem desonesto com o leitor que só está à procura de uma narrativa bem escrita.

    ResponderExcluir
  13. amei esse lado sobrenatural do livro e a capa então nem se fala! nem gosto muito de livros fininhos -tenho pena porque acabam logo:( - mas esse parece ser bem interessante!
    parabéns pela resenha e um beijão :*
    @aleecarneiro

    ResponderExcluir
  14. Passo longe desse livro. Apesar de parecer que em determinado momento o livro realmente te pega, acho que não me agradaria muito pela personagem ser tão jovem, como assim 12/13 anos?
    Quem sabe um dia leio e tiro melhores conclusões.

    Garotas de Papel
    http://garotasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela ótima resenha! Confesso que me despertou uma certa pontada de curiosidade sobre o desenvolver da história. Esse vai entrar pra minha lista de análise para saber onde o autor pecou.

    ResponderExcluir
  16. Sinceramente esse livro não me chamou a atenção!!! A resenha ficou legal, mas não conseguiu despertar minha curiosidade!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Olha, Rê, eu sinceramente não me interessei pelo livro =S Achei que a capa lembra Os Instrumentos Mortais e agora vc faz a observação da cena e do título rs.

    Pena que não foi tão bom quanto vc esperava e no caso de séries, a gente sempre acaba com as esperanças nos próximos volumes (que sejam melhores).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Verdade seja dita: não gosto de livros de ação com pré-adolescentes. Acho chato! rs
    Mas se o autor conseguir escrever bacana e colocar um enredo que prenda de verdade, eu mudo minha opinião. Até hoje não mudou.
    Os primeiros livros muitas vezes são cansativos porque são introdutórios, mesmo. Aí me dá aquela vontade de desistir... mas me lembro que sou brasileira e não desisto nunca! hahaha

    Ainda não tinha ouvido falar desse livro, e achei a capa bem bonitona kk
    Ótima resenha, Regiane! :D


    Beijos!
    Blog|Fã Page|Twitter|Sorteios

    ResponderExcluir
  19. Gostei bastante do título, a capa achei meio estranha, mas a resenha é show! AbraçãO!

    ResponderExcluir